Vídeo da Semana (03/01/09 - 10/01/10)

Vamos tentar colocar no blogue sempre um vídeo diferente para manter este espaço actualizado e chamar a atenção do leitor.
Enjoy :D

sábado, 31 de Outubro de 2009

Ética das máquinas

A abordagem poderá, acreditam os pesquisadores, representar a emergência da ética das máquinas, permitindo desenvolver equipamentos completamente autônomos que poderão ser programados para fazer julgamentos com base nos fundamentos da moral humana.
"Equipar os agentes de software com a capacidade de tomar decisões morais é uma exigência indispensável. Isto é particularmente verdadeiro quando os agentes estão operando em domínios onde os dilemas morais ocorrem, por exemplo, no campo da saúde e da medicina," diz o artigo.
Os pesquisadores também apontam que a ética das máquinas poderá ajudar os psicólogos e cientistas da cognição a encontrar novas formas de compreender o raciocínio moral nas pessoas e, eventualmente, extrair os princípios morais de situações complexas que ajudem as pessoas a decidir o que é certo e o que é errado. Tal entendimento poderia então ajudar no desenvolvimento de sistemas educativos inteligentes para ensinar a moralidade às crianças, defendem eles.

[em linha] [consult. 17 Out. 2009] Disponível em www:URL:<http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=maquinas-morais-programas-poderao-decidir-questoes-vida-morte&id=>.

Estilos de Interacção

Estilos de Interacção:

Linguagem de comando;
Menus;
Preenchimento de formulários;
WIMP (Windows, Icons, Menus and Pointers);
Manipulação Directa;
WWW;
Realidade Virtual.


Fonte:
[Em Linha] [Consult 31 Out 2009] Disponível em www:URL: <
www.urisan.tche.br/~paludo/IHM/Apresentacoes/Interface_CB.ppt>

Humanos = Máquinas ? e Computadores = Humanos?

Os robôs, e as máquinas em geral, serão cada vez mais parecidos com os humanos.
E isso vai acontecer devido aos avanços nas pesquisas de engenharia reversa do corpo humano. Ao decifrar o funcionamento dos órgãos humanos é possível reconstruí-los.
Os equipamentos que escaneiam o cérebro, por exemplo, já oferecem imagens cada vez mais definidas e em três dimensões.
A quantidade de informações que obtemos sobre nossa natureza dobra a cada ano de estudo.

Fonte: [em linha] [consult 6 Nov 2009] Disponível em: WWW: URL:< http://ze-games.net/forum/showthread.php?t=1256>.

Tipos de Interacção Homem-Computador

São quatro os tipos mais comuns de IHC encontrados atualmente:

CUI ("character-based user interface")

  • São as interfaces fundamentadas em textos e caracteres alfanuméricos,
    fazendo uso da metáfora de uma máquina de escrever ou de um teletipo.
  • Fazem parte das primeiras gerações de interface homem-computador.

GUI ("graphical user interface")

  • São as interfaces fundamentadas em gráficos e desenhos, fazendo uso de
    metáforas de mesas de trabalho, documentos, botões, janelas, etc...
  • Fazem parte da quinta geração apresentada por Walker ou da terceira apresentada por Pressman.

PUI ("pen-based user interface")

  • São as interfaces compostas de um monitor de vídeo em formato de uma planilha ou bloco de anotações que recebe dados através de uma espécie de caneta electrónica.
  • Tais interfaces fazem uso da metáfora de se escrever ou desenhar em um papel de maneira manuscrita.


VRUI ("virtual reality-based user interface")

  • São as interfaces fundamentadas no paradigma da realidade virtual e utilizadas com muito menor freqüência que as anteriores por limitação de custos e tecnologia.

Fonte: [Em Linha] [Consult 30 Out 2009] Disponível em www: URL: <http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:GwejOIx0u_EJ:pintaudi.googlepages.com/APOSTILA-InterfaceHomem.pdf+novas+formas+de+intera%C3%A7ao+homem+maquina&hl=pt-PT&gl=pt&pid=bl&srcid=ADGEESgBtwIdirY3Pj2mX0je2C-LkUpvcvJtuVqaNb059PQC78Cu1x8-xS_ZXSp6n_RqatVSmOAEl3jVIYfDcDKRU91l4IWvbX0sy77vrz6cAp5bfdDLTZFP9IeptnfjDTjwjHLq_jc4&sig=AHIEtbT2551iiU5f5223LoKuuRBocRNJXQ>

O que é a Interacção Homem-Máquina (IHM)?


A Interacção Homem-Máquina estuda a forma como as pessoas se relacionam entre computadores, desenvolvendo métodos e ferramentas para design, criação, implementação e manutenção de sistemas computacionais adequados ao uso humano.
IHM busca minimizar ao máximo possível a barreira entre o humano e o sistema computacional oferecendo interfaces amigáveis, de modo que este possa ser utilizado com o menor esforço e com maior capacidade possível, ou seja tem como objectivo desenvolver sistemas que respondam às necessidades das pessoas.

Para entender a comunicação entre pessoas e computadores é necessário conhecer a Natureza das pessoas, os computadores e as operações que as pessoas realizam com computadores.
As operações mais importantes são naturalmente a criação, o acesso e a manipulação de informação.


Fontes:
[Em linha] [Consult 30 Out 2009] Disponível em: WWW: URL:
<
http://www2.ufp.pt/~lmbg/com/pdfs/paper_ufp99.pdf>
[Em linha] [Consult 30 Out 2009] Disponível em: WWW: URL: <http://www.scribd.com/doc/19870305/INTERACAO-HOMEM-MAQUINA>

Os computadores vão interagir connosco?

Injectados na corrente sanguínea, eles chegarão aos capilaresnervosos do cérebro para interagir com nosso corpo criando um ambiente de realidade virtual. Poderiam, por exemplo, fornecer conhecimento para o cérebro por um simples download.
Fonte: [Em linha] [Consult 6 Nov 2009] Disponível em: WWW: URL:< http://ze-games.net/forum/showthread.php?t=1256>.

sexta-feira, 30 de Outubro de 2009

Metas da IHC

As metas da IHC consistem em produzir sistemas usáveis e seguros, assim como sistemas funcionais.

Estas metas podem ser resumidas em “produzir ou aperfeiçoar a segurança, a utilidade, a efetividade, a eficiência e a usabilidade de sistemas que incluem computadores.” (Interacting with computers, 1989), onde:

“Sistema” deriva da teoria de sistemas e se refere não somente a hardware e software mas ao ambiente inteiro - seja ele uma organização de pessoas trabalhando, em casa ou em propósitos de lazer - que usa ou é afetado pela tecnologia computacional em questão;

“Utilidade” se refere à funcionalidade do sistema ou, em outras palavras, às coisas que ele consegue fazer;

Melhorar “efetividade” e “eficiência” são objetivos evidentes;
A segurança em sistemas computacionais assume proporções enormes em sistemas do tipo life-critical;
Usabilidade é um conceito crucial em IHC, e se preocupa em tornar os sistemas fáceis de aprender e usar.


O pressuposto subjacente à área de IHC consiste em que as pessoas que utilizam um sistema devem vir primeiro. Suas capacidades, necessidades e preferências para a realização das actividades devem determinar as maneiras em que os sistemas são projectados. As pessoas não devem ter que mudar radicalmente a sua forma de actuar para se adaptarem ao sistema; é o sistema que deve ser projectado de forma a atender às suas necessidades.
Fonte:

quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

Homem vs Máquina

Nos nossos dias a tecnologia faz parte das nossas vidas e parece que não conseguimos viver sem ela.




Cada vez mais podemos ver no Deviantart e ver cada vez mais desenhos feitos a computador ou manipulados num. Isto de uma certa forma pode deixar-nos a pensar se os lápis de carvão e a borracha vão ser deixados ao abandono num estojo qualquer no fundo de uma gaveta.


Então? O que vai sobreviver, o lápis de carvão ou o computador??




Fonte: http://globpt.com/2009/03/19/homem-vs-maquina/

terça-feira, 27 de Outubro de 2009

O Homem é uma máquina

As máquinas fazem parte da vida do ser humano há muito tempo, desde que os homens das cavernas passaram a caminhar e sobreviver pela Terra. Atribuimos ao termo máquina um novo significado: tudo que ajuda o homem a desempenhar algum tipo de função com maior facilidade.
Mais tarde, a máquina passou a fazer parte da vida do ser humano, foi criada para auxiliar o homem sendo uma extensão dele próprio, executando tarefas que o homem não podia, trazendo então inúmeros benefícios a ele.
Desde aquela época, já havia discussões a respeito da exclusão que a máquina proporcionava junto a todos aqueles benefícios à vida do ser humano. Ainda naquela época muitos homens perderam seus empregos por causa das máquinas e os que ficavam tinham maior contacto com elas do que com as pessoas com que trabalhavam. Hoje não é diferente, só que as máquinas que fazem parte da nossa realidade são os computadores.

Penso que as tecnologias no quotidiano das pessoas são uma mais-valia para todos nós, visto que o computador é o motivo da grande evolução nas últimas décadas pois vem permitir uma comunicação global e veio revolucionar a maneira como nos informamos e comunicamos.
As tecnologias deram resultado a muitas alterações na vida das pessoas. Muita gente diz que causou e causa o desemprego, mas está tudo a evoluir constantemente e temos que acompanhar isso. Lá por aparecer uma máquina mais sofisticada não quer dizer que o Homem seja inútil, muito pelo contrário sem a inteligência do Homem essas máquinas não existiam. E elas não funcionam sem nós.

O Homem é uma máquina de conhecimento e está em constante aprendizagem, sendo muito observador, é capaz de formar muitas opiniões sobre o que vê. É uma máquina multifuncional capaz de fazer muitas coisas ao mesmo tempo e utiliza outras máquinas para benefício próprio. Ele está em contacto com a tecnologia usufruindo de cada parte dela.

E você, por acaso não se achava uma máquina?



Fontes:
[Em Linha] [Consult. 27 Out 2009] Disponível em: WWW: URL: <http://br.geocities.com/interaface/rel_homem_maquina.htm>